quinta-feira, 20 de outubro de 2011

"Estou gorda!", será?

Já cansei de ouvir meninas que dizem sempre estarem gordas. Dizem as más línguas que mulher sempre acha que precisa emagrecer três quilogramas. No entanto, acabei notando uma constante nesse reclamar de "estou gorda". O diálogo costuma ser o seguinte:

-Ah, estou gorda!
-Onde? O_o (sim, com essa cara, porque a menina geralmente usa uma numeração de roupa menor do que a minha e eu não me considero gorda)
-Olha essa pança horrível!
-...

"..." é mesmo a única reação que tenho, porque percebo o quanto é cheio de mitos essa coisa tão delicada que é emagrecer. Então gostaria de esclarecer dois mitos que já têm me tirado do sério e que acabam com a saúde de muita gente.

"Preciso controlar a alimentação para me livrar dessa barriga"
Notei que a Inimiga Número Um das mulheres é a barriga. Tudo que se come vai para ela e qualquer saliência faz com que algumas meninas continuem achando que precisam controlar a alimentação. Pois bem: emagrecimento não se baseia apenas em comer. Se é a sua barriga que te incomoda, sinto lhe informar, mas não será comendo menos que você vai se livrar dela. As pessoas confundem "flacidez" com "gordura". A barriga que você consegue pegar com as suas mãos e que tanto incomoda só vai embora com abdominais; dieta não endurece barriga!

"Comendo pouco eu emagreço"
Não sei se todas sabem (parecem não saber), mas tem uma quantia mínima de quilocalorias que precisamos ingerir diariamente. A máxima de quem quer emagrecer a longo prazo é emagrecer devagar. Quanto mais rápido você emagrecer, acredite, mais rápido você ganhará peso novamente. Perder peso não se resume a comer pouco, e sim em comer bem (e fazer exercícios, sobre isso já falei acima). As verdades são que até uma folha de alface faz você ganhar calorias, mesmo que poucas, e que não é evitando ingerir calorias que você emagrecerá. Tentarei explicar de forma produtiva.
Você está de dieta e decide comer menos do que costuma comer, passando a adotar aquelas dietas que "secam 10kg em 1 semana" ou qualquer coisa assim. Sinto muito, querida, mas isso não adianta! E sabe por que? Pelo simples motivo de que você, ingerindo (muito) menos calorias do que seu corpo está acostumado a receber de uma hora para a outra, incluindo aqui a idéia escrota de que para emagrecer é preciso passar fome, vai fazer seu corpo se assustar. Você sabe que está dieta, mas o seu corpo não. Sem receber a quantidade de energia diária que ele precisa, ele passa a atacar massivamente as gorduras do seu corpo, que são a reserva energética que o nosso organismo têm para quando se faltar comida. Até aí até que está certo... No entanto, como eu falei, seu corpo não sabe que você está optando por comer menos. Ele acha que simplesmente falta comida no meio onde você está. Assim, apesar de você emagrecer rápido, você vai engordar rápido pelo simples fato do corpo ter um mecanismo automático de sobrevivência: quando você voltar a comer normalmente, ele vai se preocupar em reabastecer as suas reservas energéticas (leia-se "gordura") para que, quando faltar comida no ambiente de novo, tenha algo para ele apelar e você não morrer.
Comer pouco, ou não comer, não é uma forma saudável e nem eficaz de perder peso a longo prazo, que é o que 99% das mulheres procuram. Isso só fará você ficar com fome e engordar mais ainda depois que voltar a comer direito. O ideal é aumentar a quantidade de saladas, legumes e verduras ingeridas, tentar substituir os doces que você come por versões menos calóricas ou por frutas, diminuir a quantidade de frituras, usar menos óleo na comida...

Espero sinceramente que isso que escrevi tenha esclarecido algumas pessoas!

Beijos conscientes! ♥

2 comentários:

  1. Eu me irrito frequentemente com esse tipo de diálogo que você reproduziu acima! É tenso demais... Ontem, conversando com uma colega, ela brincou comigo, mencionando a "Operação Verão 2012"! Leia-se: passar fome para ir para praia *pensando em estar* com o corpo "em cima"! Genteee, isso não existe! O que existe é ter vergonha na cara, ter informação e investir em re-educação alimentar! Nutricionistas não são monstros (ok, alguns são, mas, né... Não tem como generalizar!)! Dica: tenha como preceito "Comer para viver" e não "Viver para comer" e você já estará se ajudando horrores! ;D

    Alice, amei o post, como sempre!!

    ResponderExcluir
  2. Falou tudo, Hime-chan! Resumiu perfeitamente a minha postagem!

    Fico feliz que tenha gostado do post :3

    Beijos dietéticos! ♥

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...